fbpx

5 dicas para escolher a melhor ração para o seu cachorro

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em 21 de Outubro, 2022

5 dicas para escolher a melhor ração para o seu cachorro

Cuidar da saúde do seu animal doméstico envolve a atenção em cima de uma série de questões, o que inclui a sua alimentação, sendo importante então olhar com cuidado para o tipo de ração que está sendo comprado para ele, já que isso pode afetá-lo.

Se pararmos para pensar, não é muito diferente dos cuidados alimentares que nós, seres humanos, devemos ter no nosso dia a dia. Preocupação essa que costuma ser uma das primeiras levantadas durante qualquer consulta a um especialista médico.

A diferença é que nossos pets não contam com o poder de decisão acerca daquilo que irá entrar em sua tigela, cabendo então aos seus donos assumirem essa responsabilidade, sabendo quais são as necessidades do seu animal e garantindo o melhor possível a ele.

Da mesma forma em que uma pessoa procura por um atacadista de peixes para garantir os melhores pescados para fazer um almoço especial e saudável, esse mesmo tipo de cuidado deve ser tido em relação ao tipo de alimento que o seu cachorro irá receber.

Uma relevância ainda maior quando pensamos na situação dos filhotes, a fase mais vulnerável de um cachorro, na qual ele precisa contar com um bom apoio e todas as frentes, com destaque para a sua alimentação, fornecendo energia necessária a eles.

Da mesma forma em que um bebê precisa de leite materno, junto de outras vitaminas que aos poucos devem ser introduzidas em sua dieta para garantir que ele possa crescer de maneira saudável, evitando até mesmo o surgimento de doenças, o mesmo vale aos cães.

Na verdade isso é válido para qualquer tipo de animal doméstico, de gatos a pássaros, sendo importante contar com uma câmara frigorífica de congelamento para garantir a manutenção da qualidade dos alimentos que serão dados a eles, como com as carnes.

Especificamente sobre os cachorros, existe um valor a ser destacado em relação à ração a ser escolhida, já que nesse alimento, desenvolvido justamente para garantir a alimentação desses animais, é possível encontrar todos os nutrientes necessários para seu crescimento.

Inclusive esse é o motivo por encontrarmos uma variedade tão grande de rações de cachorros quando vamos ao mercado, existindo variações em termos de raça, tamanho e idade, cada uma com sua particularidade a ser considerada antes de comprar por uma.

Uma escolha que deve ser feita com bastante cuidado e atenção, afinal, a longo prazo estamos falando até mesmo da qualidade de vida do seu amigo de quatro patas.

O papel da ração na vida de um cachorro

O cachorro é um dos animais selvagens que foram domesticados, sendo atualmente um dos bichos aos quais é muito mais fácil encontrá-los no meio urbano do que em um ambiente natural, por exemplo.

Diante dessa adaptação, esses animais acabam precisando contar com uma maior ajuda dos seres humanos para garantir a sua sobrevivência, já que sua fonte de alimentos ou até mesmo de água não está simplesmente disponível ao seu redor, como na natureza.

Essa é inclusive a razão pela qual os cachorros de rua são encontrados quase sempre com um corpo magro, repleto de doenças, já que precisam sobreviver com os restos de comida que encontram por aí, com isso não sendo o suficiente para nutri-los adequadamente.

Para garantir a saúde do seu cachorro, é preciso então garantir uma série de questões, entre elas:

  • Alimentação adequada;
  • Ingestão frequente de líquidos;
  • Vacinas e remédias;
  • Visitas frequentes ao veterinário;
  • Realização de atividades físicas.

Ou seja, da mesma forma em que uma fábrica de ração deve contar com um bom sistema de despachante aduaneiro logística, principalmente para quem fornece ao mercado internacional, quem toma conta de um animal também precisa de uma ótima organização.

Para manter o seu animal saudável é preciso investir seu tempo e também dinheiro, o que inclui a compra da ração indicada, que possa fornecer os nutrientes necessários não só para que o seu bichinho não passe fome, mas para que ele possa se manter são e salvo.

E é justamente nesse momento em que muitos donos passam a encontrar-se com uma série de dúvidas diante da pluralidade de opções que podem ser encontradas. Especificidades que aumentam quando você visita uma loja especializada em animais.

É como se o ato de comprar uma ração para o seu cão se tornasse quase que uma decisão de alto risco e importância, não tão diferente dos investimentos a serem feitos por quem gerencia um negócio de caldeiras de tubos.

Na verdade, sua responsabilidade acaba se tornando ainda maior, já que o que está em jogo é a saúde e qualidade de vida do seu animal, assim como seu crescimento no caso dos filhotes. E para escolher a melhor ração é preciso conhecer os modelos mais comuns.

Tipos de rações disponíveis no mercado

Logo após adotar um novo animal, um dos primeiros desafios do seu dono é encontrar a ração que seja adequada a ele, e essa dúvida já começa logo em relação ao segmento desse alimento, algo que engloba mais do que a marca das rações.

Isso porque atualmente é possível encontrar quatro diferentes subgrupos de rações de cachorro, sendo elas:

  • Econômica;
  • Standart;
  • Premium;
  • Superpremium;

A ração econômica é aquela cujo preço é mais acessível no mercado, contudo, a sua quantidade de nutrientes também acaba apresentando uma certa economia.

Não deixa de ser uma opção a ser considerada por quem possui muitos animais ou passa por algum turbulento momento financeiro, contudo é importante reconhecer o baixo valor nutricional e tentar cobrir isso com legumes e outros alimentos ricos nesse sentido.

O modelo standard está associado às marcas intermediárias, sendo as mais comuns de saírem no mercado. Costumam seguir o mesmo padrão de um fabricante de máquinas para indústria alimentícia que trabalha na produção de alimentos básicos no mercado.

Agora, para quem busca garantir um cuidado especial ao seu animal, os modelos premium e super premium são mais recomendados, já que contam com uma proteína animal de qualidade, com a última se aproximando da alimentação recomendada ao ser humano.

A busca pelo modelo correto de ração passa pelas características do próprio animal, já que alguns se dão com os formatos mais econômicos, enquanto outros precisam de uma atenção especial que somente os modelos premium podem garantir.

Para descobrir o tipo ideal de ração para o seu cachorro é preciso seguir algumas dicas que podem ser úteis para a escolha da opção ideal.

5 práticas para escolher a ração do seu cão

Para construir um prédio é preciso contar com uma autorização ambiental, para adotar uma criança é preciso provar suas condições de arcar com essa responsabilidade e de certa forma existe um peso igual em relação à busca da ração ideal ao seu animal.

Caso você esteja um pouco perdido nesse sentido, ainda mais se for um dono de primeira viagem, saiba que existem algumas dicas que podem ser úteis para essa escolha, sendo elas:

  1. Indicação do veterinário

Assim como um veterinário pode recomendar uma dieta especial para um paciente, o mesmo pode ser feito em relação a um veterinário e ao seu cão. Ao examinar a saúde do animal, ele pode reconhecer suas necessidades, indicando a ração que responde a isso.

  1. Idade do animal

Uma das questões a serem vistas pelo veterinário e que deve ser considerado por quem for comprar sua ração é a idade do animal. Isso porque filhotes precisam de mais energia e cães mais velhos carecem de uma maior ingestão de fibras e nutrientes do tipo.

  1. Rações integrais

Conforme já citado acima, é possível encontrar no mercado pelas rações integrais, que podem ter um custo mais avançado, no entanto podem contar com melhores nutrientes, tendo como base grãos integrais e legumes.

Opção indicada principalmente para cães mais velhos, assim como uma obra pode precisar de tubos e equipamentos que passem por um centro de usinagem especial para garantir a qualidade e adequação de tais itens.

  1. Olhar para o rótulo

Da mesma forma em que olhamos para a tabela nutricional de um biscoito, o mesmo deve ser feito em relação à ração do seu bicho, de forma a verificar a quantidade de vitaminas, proteínas ou qualquer que seja o elemento de maior necessidade por parte do seu animal.

  1. Evite subprodutos

Ao olhar para os rótulos, é importante verificar a existência de subprodutos de carne, que além de um baixo teor nutricional, podem acabar fazendo mal ao seu cachorro, sendo um produto similar aos embutidos que podemos encontrar na sessão de congelados.

Ao adotar essas práticas, cuidar da saúde do seu animal pode acabar tornando-se tão prático como a gestão de uma empresa, que necessita adotar um bom projeto de gerenciamento de resíduos líquidos além de outras responsabilidades.

De fato pode parecer estranho fazer uma comparação de escalas tão distintas, mas quando se fala do animal doméstico, ele merece sim a mesma atenção que uma grande companhia, com um olhar especial para a ração que será dada ao seu amigo canino.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.